Resolver Questões Estude resolvendo o conjunto de questões

DIREITO ADMINISTRATIVO
Questão 121237
FCC 2018 TRT Penalidades, Lei 8.112/90 - Regime Disciplinar, Lei 8.112/90 – Regime Jurídico dos Servidores Públicos Federais

A aplicação de penalidades disciplinares aos servidores deve guardar relação

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1/IlLsLtC1G4R/sgFzW5DIij6tbVo1mkLI=
Questão 121240
FCC 2018 TRT Licenças, Lei 8.112/90 - Direitos e Vantagens, Lei 8.112/90 – Regime Jurídico dos Servidores Públicos Federais

Suponha que determinado servidor público federal tenha solicitado licença para tratar de interesses particulares, a qual, contudo, restou negada pela Administração. Entre os possíveis motivos legalmente previstos para negativa, nos termos disciplinados pela Lei n° 8.112/1990, se insere(m):

 

I. Estar o servidor no curso de estágio probatório.

II. Ser o servidor ocupante exclusivamente de cargo em comissão.

III. Razões de conveniência da Administração.

 

Está correto o que se afirma em 

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1/QcERDwxYC/fs0tvVp+YKKp3/8WyZN+Ls=
Questão 121245
FCC 2018 TRT Conceitos Introdutórios sobre Agentes Públicos, Lei 8.112/90 – Regime Jurídico dos Servidores Públicos Federais

A Lei no 8.112/1990 estabelece o Regime Jurídico dos Servidores Públicos

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX18iMNPQG43XoTWJn1YpehKgA23sz2eJtjg=
Questão 121243
FCC 2018 TRT Indenizações, Vantagens, Lei 8.112/90 - Direitos e Vantagens, Lei 8.112/90 – Regime Jurídico dos Servidores Públicos Federais

Lara, servidora pública federal, no interesse do serviço, passou a ter exercício em nova sede, ocorrendo mudança de domicílio em caráter permanente. Neste caso, dispõe a Lei no 8.112/1990, que a ajuda de custo

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1/qMAQH4aB/9IWeL7kmZw4GJ7a2QIU/5nk=
Questão 121236
FCC 2018 TRT Conceitos Introdutórios sobre Agentes Públicos, Lei 8.112/90 – Regime Jurídico dos Servidores Públicos Federais

A Administração pública federal relaciona-se com seu pessoal por meio de distintos regimes, dentre os quais o estabelecido pela Lei n° 8.112/1990, que é aplicável 

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX18p5rUWCE3G37T4TSMK0QrTUA41mprEw8o=
Questão 121241
FCC 2018 TRT Indenizações, Vantagens, Lei 8.112/90 - Direitos e Vantagens, Lei 8.112/90 – Regime Jurídico dos Servidores Públicos Federais

De acordo com a Lei n° 8.112/1990, o servidor que, a serviço, afastar-se da sede em caráter eventual ou transitório para outro ponto do território nacional ou para o exterior 

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1+77uYJmYm9TjU/yv4sphCYwDATc44MMlA=
Questão 121238
FCC 2018 TRT Disposições Gerais, Lei 8.112/90 – Regime Jurídico dos Servidores Públicos Federais

Considere que hipoteticamente a autarquia federal Y entendeu por bem realizar concurso público para provimento de cargos públicos vagos previstos em sua estrutura organizacional, estabelecendo no edital que nos três primeiros anos de exercício os investidos nos cargos públicos correlatos não perceberiam vencimentos. A previsão estabelecida no edital, nos termos da Lei no 8.112/1990,

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1+R0cKALz9vsIlYk3grUEHL95khKLNz9YA=
Questão 121244
FCC 2018 TRT Penalidades, Lei 8.112/90 - Regime Disciplinar, Lei 8.112/90 – Regime Jurídico dos Servidores Públicos Federais

Severina, Maria e Camila são servidoras públicas do Tribunal Regional do Trabalho da 2° Região. Severina praticou determinada conduta que acredita configure infração disciplinar. Assim, preocupada especificamente com a penalidade de suspensão, indaga suas colegas de trabalho a respeito das disposições específicas da Lei n° 8.112/1990. Maria e Camila respondem corretamente que a penalidade de suspensão 

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1+TGDbRsatuH/kAEnaQNrj3IvrgrS6rA1E=
Questão 121218
CESPE 2018 TRT Nomeação, Provimento, Lei 8.112/90 – Regime Jurídico dos Servidores Públicos Federais

Aprovado em concurso para cargo público federal, Carlos foi nomeado no dia 6/11/2017 e tomou posse no dia 21 do mesmo mês e ano. Trinta dias depois, Carlos se apresentou para entrar em exercício.

Nessa situação hipotética, de acordo com a Lei n.º 8.112/1990, a administração pública deverá

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1/AfI6beG8zUPjDqHWni5qBW3FklmhSj/Y=
PORTUGUÊS
Questão 108516
CESPE 2016 TRE Confronto e Reconhecimento de Frases Corretas e Incorretas, Interpretação, Compreensão, Tipologia e Gêneros Textuais

Em cada uma das opções a seguir é apresentado trecho do texto Ativismo judicial e artigo 41-A:... — entre aspas — seguido de uma proposta de reescrita desse trecho. Assinale a opção em que a proposta de reescrita mantém a correção gramatical e o sentido original do texto.

 

 

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1/lPKM9TyXK3gKU5b+DU4SEH3QGKD4uiyQ=
Questão 127409
FAURGS 2017 BANRISUL Classes de Palavras (Morfologia) / Flexão Nominal e Verbal

A maioria das pessoas acha que conviver com robôs é algo futurista, mas, de certo modo, eles já estão entre nós, influenciando decisões e, até mesmo, o rumo de nossas vidas. Do aplicativo que sugere sua próxima refeição, passando pelo serviço de streaming ofertando o filme que você vai assistir, até os secretários pessoais que auxiliam em situações diárias, os sistemas de inteligência artificial são uma realidade. Tudo isto constitui um caminho sem volta, na opinião de especialistas, que destacam os benefícios das maravilhas digitais, mas também alertam que o avanço dessas tecnologias pode, no futuro, tornar a inteligência humana obsoleta.

Robôs humanoides no cotidiano são ficção, não por limitações técnicas, mas pela dificuldade das pessoas em lidar com isso. “Basta colocar um smartphone num boneco que anda”, brinca o cientista de dados Ricardo Cappra, que atuou na estratégia digital da campanha presidencial de Barack Obama, em 2008. O exemplo pode parecer forçado, mas faz sentido. Celulares modernos têm assistentes virtuais que impressionam.

Com inteligência artificial, eles conhecem os hábitos dos donos e personalizam seu funcionamento. Além de realizar tarefas básicas, como organizar agenda, programar viagens e responder mensagens, eles analisam a rotina das pessoas e sugerem o horário em que devem sair de casa para o trabalho, considerando o tráfego no trajeto habitual, avaliam o histórico de buscas para oferecer notícias de interesse e podem até conversar, por voz, como uma “pessoa”.

Raúl Rentería, diretor do centro de pesquisas do Bing, da Microsoft, explica que a Cortana usa o conhecimento criado pelas conexões entre entidades no buscador. Com a repetição das buscas, o motor aprende a relacionar as informações. Sabe, por exemplo, que Flamengo é um bairro no Rio, mas também um time de futebol. E esses dados são usados pelo assistente virtual.

A inteligência artificial está em incontáveis outros serviços. Sites de comércio eletrônico analisam o perfil de buscas e compras de cada cliente para fazer ofertas personalizadas. Serviços de streaming de vídeo, como YouTube e Netflix, avaliam o que já foi assistido para sugerir opções ao gosto de cada um. Para especialistas, a digitalização facilitou a produção de informações, e a inteligência artificial surge como um filtro necessário.

Carlos Pedreira, professor de Engenharia de Sistemas e Computação da Coppe/UFRJ, explica que as tecnologias de inteligência computacional são desenvolvidas há anos, mas, recentemente, houve uma explosão no volume de dados e na capacidade de armazenamento e processamento dessas informações, o chamado Big Data.

– Os benefícios não são apenas na área do marketing e serviços – diz Pedreira. – Apesar de eu achar que os humanos nunca serão superados, existem situações em que os sistemas computacionais fazem coisas que não podemos. Na medicina, uma pessoa não analisa 20 medidas por célula de um conjunto de dois milhões de células. Essas máquinas conseguem.

Nem todos são simpáticos ao fenômeno. O historiador israelense Yuval Harari, autor do best-seller “Sapiens – Uma breve história da Humanidade”, acha que o ser humano se tornará obsoleto. Segundo ele, dentro de 40 anos, não só taxistas serão substituídos por carros autômatos, mas cerca de 50% de todos os empregos em economias avançadas. Isso impõe um desafio de sobrevivência da própria espécie.

– Provavelmente nós somos das últimas gerações do homo sapiens. Um bebê nascido hoje ainda terá netos, mas não estou certo de que esses netos terão netos, ao menos não humanos. Dentro de um século ou dois, os humanos se tornarão super-humanos ou desaparecerão. De qualquer forma, os seres que dominarão o planeta em 2200 serão mais diferentes de nós do que somos diferentes dos chimpanzés – acredita Yuval Harari.

Adaptado de MATSUURA, Sérgio. Robôs podem tornar inteligência humana obsoleta, dizem especialistas. O Globo, Rio de Janeiro, 18 de abril de 2016. Disponível em: . Acesso em: 10 jan. 2018.

O artigo indefinido pode ser empregado para conferir a um substantivo um significado genérico, atribuindo-lhe a representação de toda a espécie. Exemplo desse tipo de significação contextual é a expressão


Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1+VlsS6CPWsedA246s2ptPVC08rccwuKug=
Questão 127410
FAURGS 2017 BANRISUL Pontuação

A maioria das pessoas acha que conviver com robôs é algo futurista, mas, de certo modo, eles já estão entre nós, influenciando decisões e, até mesmo, o rumo de nossas vidas. Do aplicativo que sugere sua próxima refeição, passando pelo serviço de streaming ofertando o filme que você vai assistir, até os secretários pessoais que auxiliam em situações diárias, os sistemas de inteligência artificial são uma realidade. Tudo isto constitui um caminho sem volta, na opinião de especialistas, que destacam os benefícios das maravilhas digitais, mas também alertam que o avanço dessas tecnologias pode, no futuro, tornar a inteligência humana obsoleta.

Robôs humanoides no cotidiano são ficção, não por limitações técnicas, mas pela dificuldade das pessoas em lidar com isso. “Basta colocar um smartphone num boneco que anda”, brinca o cientista de dados Ricardo Cappra, que atuou na estratégia digital da campanha presidencial de Barack Obama, em 2008. O exemplo pode parecer forçado, mas faz sentido. Celulares modernos têm assistentes virtuais que impressionam.

Com inteligência artificial, eles conhecem os hábitos dos donos e personalizam seu funcionamento. Além de realizar tarefas básicas, como organizar agenda, programar viagens e responder mensagens, eles analisam a rotina das pessoas e sugerem o horário em que devem sair de casa para o trabalho, considerando o tráfego no trajeto habitual, avaliam o histórico de buscas para oferecer notícias de interesse e podem até conversar, por voz, como uma “pessoa”.

Raúl Rentería, diretor do centro de pesquisas do Bing, da Microsoft, explica que a Cortana usa o conhecimento criado pelas conexões entre entidades no buscador. Com a repetição das buscas, o motor aprende a relacionar as informações. Sabe, por exemplo, que Flamengo é um bairro no Rio, mas também um time de futebol. E esses dados são usados pelo assistente virtual.

A inteligência artificial está em incontáveis outros serviços. Sites de comércio eletrônico analisam o perfil de buscas e compras de cada cliente para fazer ofertas personalizadas. Serviços de streaming de vídeo, como YouTube e Netflix, avaliam o que já foi assistido para sugerir opções ao gosto de cada um. Para especialistas, a digitalização facilitou a produção de informações, e a inteligência artificial surge como um filtro necessário.

Carlos Pedreira, professor de Engenharia de Sistemas e Computação da Coppe/UFRJ, explica que as tecnologias de inteligência computacional são desenvolvidas há anos, mas, recentemente, houve uma explosão no volume de dados e na capacidade de armazenamento e processamento dessas informações, o chamado Big Data.

– Os benefícios não são apenas na área do marketing e serviços – diz Pedreira. – Apesar de eu achar que os humanos nunca serão superados, existem situações em que os sistemas computacionais fazem coisas que não podemos. Na medicina, uma pessoa não analisa 20 medidas por célula de um conjunto de dois milhões de células. Essas máquinas conseguem.

Nem todos são simpáticos ao fenômeno. O historiador israelense Yuval Harari, autor do best-seller “Sapiens – Uma breve história da Humanidade”, acha que o ser humano se tornará obsoleto. Segundo ele, dentro de 40 anos, não só taxistas serão substituídos por carros autômatos, mas cerca de 50% de todos os empregos em economias avançadas. Isso impõe um desafio de sobrevivência da própria espécie.

– Provavelmente nós somos das últimas gerações do homo sapiens. Um bebê nascido hoje ainda terá netos, mas não estou certo de que esses netos terão netos, ao menos não humanos. Dentro de um século ou dois, os humanos se tornarão super-humanos ou desaparecerão. De qualquer forma, os seres que dominarão o planeta em 2200 serão mais diferentes de nós do que somos diferentes dos chimpanzés – acredita Yuval Harari.

Adaptado de MATSUURA, Sérgio. Robôs podem tornar inteligência humana obsoleta, dizem especialistas. O Globo, Rio de Janeiro, 18 de abril de 2016. Disponível em: . Acesso em: 10 jan. 2018.

Considere a análise dos seguintes casos de emprego de vírgula no texto. 

I - É obrigatório o emprego da vírgula antes do pronome relativo que (o cientista de dados Ricardo Cappra, que atuou na estratégia digital).

II - Empregou-se a vírgula antes da conjunção e por estar relacionando duas orações coordenadas com sujeitos diferentes. “a digitalização facilitou a produção de informações, e a inteligência artificial surge como um filtro necessário.”

III - A vírgula que antecede a conjunção mas poderia ter sido omitida, pois é facultativo o uso da vírgula neste caso. “Um bebê nascido hoje ainda terá netos, mas não estou certo de que esses netos terão netos”.

Quais estão corretas?


Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1+GQqqXGNEW4r3pyAzKjH0gG2836DPtcj0=
Questão 123749
CESPE 2019 A CASA DAS QUESTÕES Redação, Interpretação de Texto

Houve um tempo em que eu comia um monte de coisas e não precisava contar

nada para ninguém. Na civilização contemporânea, on-line, conectada o tempo

todo, se não for registrado e postado, não aconteceu. Comeu, jantou, bebeu?

Então, prove. Não está na rede? Então, não vale.


Não estou aqui desfiando lamúrias de dinossauro tecnológico. Pelo contrário:

interajo com muita gente e publico ativamente fotos de minhas fornadas. A

vida, hoje, é digital. Contudo, presumo que algumas coisas não precisam deixar

de pertencer à esfera privada. Sendo tudo tão novo nessa área, ainda

engatinhamos a respeito de uma etiqueta que equilibre a convivência entre

câmeras, pratos, extroversão, intimidade.


Em meados da década passada, quando a cozinha espanhola de vanguarda

ainda povoava os debates e as fantasias de muitos gourmets, fotografar pratos

envolvia um dilema: devorar ou clicar? A criação saía da cozinha, muitas vezes

verticalizada, comumente finalizada com esferas delicadas, espumas fugazes...

O que fazer, capturá-la em seu melhor instante cenográfico, considerando luzes

e sombras, e comê-la depois, já desfigurada, derretida, escorrida? Ou prová-la

imediatamente, abrindo mão da imagem? Nunca tive dúvidas desse tipo (o que

talvez faça de mim um bom comensal, mas um mau divulgador).


Fotos e quitutes tornaram-se indissociáveis, e acho que já estamos nos

acostumando. Mas será que precisa acontecer durante todo o repasto?

Não dá para fazer só na chegada do prato e depois comer sossegado, à

maneira analógica? Provavelmente não: há o tratamento da imagem, a

publicação, os comentários, as discussões, a contabilidade das curtidas.

Reconheço que, talvez antiquadamente, ainda sinto desconforto em ver

casais e famílias à mesa, nos salões, cada qual com seu smartphone, sem

diálogos presenciais ou interações reais. A pizza esfria e perde o viço; mas a

foto chega tinindo aos amigos de rede.


Está reescrito conforme a norma-padrão da língua e com o sentido preservado em linhas gerais o seguinte

trecho do texto:


Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1+OwOYG+rIRwT4m5ixFhURP8q79LHvDwFI=
Questão 122194
CESPE 2017 TRE Sintaxe do Período (Coordenadas e Subordinadas / Nexos)

Pode-se dizer que a cidadania é essencialmente consciência de direitos e deveres e exercício da democracia: direitos civis, como segurança e locomoção; direitos sociais, como trabalho, salário justo, saúde, educação, habitação etc.; direitos políticos, como liberdade de expressão, de voto, de participação em partidos políticos e sindicatos etc. Não há cidadania sem democracia. O conceito de cidadania, contudo, é um conceito ambíguo. Em 1789, a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão estabelecia as primeiras normas para assegurar a liberdade individual e a propriedade. Nascia a cidadania como uma conquista liberal. Hoje, o conceito de cidadania é mais complexo. Com a ampliação dos direitos, nasceu também uma concepção mais ampla de cidadania. De um lado, existe uma concepção consumerista de cidadania (direito de defesa do consumidor) e, de outro, uma concepção plena, que se manifesta na mobilização da sociedade para a conquista de novos direitos e na participação direta da população na gestão da vida pública, por meio, por exemplo, da discussão democrática do orçamento. Esta tem sido uma prática, sobretudo no nível do poder local, que tem ajudado na construção de uma democracia participativa, superando os limites da democracia puramente representativa.

Moacir Gadotti. Escola cidadã – educação para e pela cidadania. Internet: (com adaptações).


A No texto, o termo “que”, em “Esta tem sido uma prática, sobretudo no nível do poder local, que tem ajudado na construção de uma democracia participativa, superando os limites da democracia puramente representativa.”, remete a

A “prática”.

B “nível”.

C “poder local”.

D “discussão”.

E “orçamento”.

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1+6l2T540JYP/8QtDPt22W2q3qXiRr3220=
Questão 127405
FAURGS 2017 BANRISUL Semântica e Vocabulário

A maioria das pessoas acha que conviver com robôs é algo futurista, mas, de certo modo, eles já estão entre nós, influenciando decisões e, até mesmo, o rumo de nossas vidas. Do aplicativo que sugere sua próxima refeição, passando pelo serviço de streaming ofertando o filme que você vai assistir, até os secretários pessoais que auxiliam em situações diárias, os sistemas de inteligência artificial são uma realidade. Tudo isto constitui um caminho sem volta, na opinião de especialistas, que destacam os benefícios das maravilhas digitais, mas também alertam que o avanço dessas tecnologias pode, no futuro, tornar a inteligência humana obsoleta.

Robôs humanoides no cotidiano são ficção, não por limitações técnicas, mas pela dificuldade das pessoas em lidar com isso. “Basta colocar um smartphone num boneco que anda”, brinca o cientista de dados Ricardo Cappra, que atuou na estratégia digital da campanha presidencial de Barack Obama, em 2008. O exemplo pode parecer forçado, mas faz sentido. Celulares modernos têm assistentes virtuais que impressionam.

Com inteligência artificial, eles conhecem os hábitos dos donos e personalizam seu funcionamento. Além de realizar tarefas básicas, como organizar agenda, programar viagens e responder mensagens, eles analisam a rotina das pessoas e sugerem o horário em que devem sair de casa para o trabalho, considerando o tráfego no trajeto habitual, avaliam o histórico de buscas para oferecer notícias de interesse e podem até conversar, por voz, como uma “pessoa”.

Raúl Rentería, diretor do centro de pesquisas do Bing, da Microsoft, explica que a Cortana usa o conhecimento criado pelas conexões entre entidades no buscador. Com a repetição das buscas, o motor aprende a relacionar as informações. Sabe, por exemplo, que Flamengo é um bairro no Rio, mas também um time de futebol. E esses dados são usados pelo assistente virtual.

A inteligência artificial está em incontáveis outros serviços. Sites de comércio eletrônico analisam o perfil de buscas e compras de cada cliente para fazer ofertas personalizadas. Serviços de streaming de vídeo, como YouTube e Netflix, avaliam o que já foi assistido para sugerir opções ao gosto de cada um. Para especialistas, a digitalização facilitou a produção de informações, e a inteligência artificial surge como um filtro necessário.

Carlos Pedreira, professor de Engenharia de Sistemas e Computação da Coppe/UFRJ, explica que as tecnologias de inteligência computacional são desenvolvidas há anos, mas, recentemente, houve uma explosão no volume de dados e na capacidade de armazenamento e processamento dessas informações, o chamado Big Data.

– Os benefícios não são apenas na área do marketing e serviços – diz Pedreira. – Apesar de eu achar que os humanos nunca serão superados, existem situações em que os sistemas computacionais fazem coisas que não podemos. Na medicina, uma pessoa não analisa 20 medidas por célula de um conjunto de dois milhões de células. Essas máquinas conseguem.

Nem todos são simpáticos ao fenômeno. O historiador israelense Yuval Harari, autor do best-seller “Sapiens – Uma breve história da Humanidade”, acha que o ser humano se tornará obsoleto. Segundo ele, dentro de 40 anos, não só taxistas serão substituídos por carros autômatos, mas cerca de 50% de todos os empregos em economias avançadas. Isso impõe um desafio de sobrevivência da própria espécie.

– Provavelmente nós somos das últimas gerações do homo sapiens. Um bebê nascido hoje ainda terá netos, mas não estou certo de que esses netos terão netos, ao menos não humanos. Dentro de um século ou dois, os humanos se tornarão super-humanos ou desaparecerão. De qualquer forma, os seres que dominarão o planeta em 2200 serão mais diferentes de nós do que somos diferentes dos chimpanzés – acredita Yuval Harari.

Adaptado de MATSUURA, Sérgio. Robôs podem tornar inteligência humana obsoleta, dizem especialistas. O Globo, Rio de Janeiro, 18 de abril de 2016. Disponível em: . Acesso em: 10 jan. 2018.

 Pode-se substituir o adjetivo obsoleto, sem prejuízo para o sentido do texto, por 


Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1+TTyINFLGjMXzRS75QeIfsx1rGj4NFaOs=
Questão 110779
FGV 2016 IBGE Inferência, Interpretação, Compreensão, Tipologia e Gêneros Textuais

 

A nova forma do cartaz apela para: 

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1+xJBu2cF99By7+qa0gkrNlh11fHcf6ir4=
Questão 115692
CONPASS 2016 PREFEITURA MUNICIPAL DE CARPINA-PE Classes de Palavras (Morfologia) / Flexão Nominal e Verbal

Assinale a alternativa cuja preposição destacada expressa ideia de estado:

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX19K+1EzcZTnBr+/18pPfvk3DBXW1ewEwlI=
Questão 115047
IAUPE 2016 PM Concordância Nominal e Verbal

Assinale a alternativa em que a concordância está de acordo com as exigências da norma-padrão da língua. 

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1+PD41A1vn5rNIkXTo2cSsbRsWHft0tuNY=
Questão 122196
CESPE 2017 TRE Sintaxe do Período (Coordenadas e Subordinadas / Nexos)

Em sua definição, o voto em branco é aquele que não se dirige a nenhum candidato entre os que disputam as eleições. São considerados, portanto, votos estéreis, porque não produzem frutos. Os votos nulos, por sua vez, são aqueles que, somados aos votos em branco, compõem a categoria dos votos estéreis, inválidos ou, como denominou o Tribunal  Superior Eleitoral, votos apolíticos. Logo, os votos em branco e os nulos são votos que, a princípio, não produzem resultado nem influenciam no resultado do pleito.

Ao comparecer às urnas no dia das eleições, o eleitor que apresentar voto em branco ou nulo pode fazê-lo por diversas razões. Esses motivos podem embasar tanto a postura dos que votam em branco quanto a dos que votam nulo, pois o resultado final é o mesmo: invalidar o voto. Assim sendo, não é razoável diferenciar o voto em branco do voto nulo. Deve-se considerar a essência do ato, a sua real motivação, que é a invalidação. É evidente que não se sabe, ao certo, a razão que motiva cada eleitor a votar em branco ou nulo; entretanto, em ambos os casos, não há dúvida quanto à invalidade do voto por ele dado.

Renata Dias. Os votos brancos e nulos no estado democrático de direito: a legitimidade das eleições majoritárias no Brasil. In: Estudos eleitorais, v. 8, n.º 1, jan./abr. 2013, p. 36-8 (com adaptações).


Acerca do papel das conjunções na organização argumentativa do texto, julgue os itens subsequentes.

I A conjunção “porque” combina duas orações que mantêm entre si uma relação de causalidade. (“São considerados, portanto, votos estéreis, porque não produzem frutos.”)

II A conjunção “como” indica uma comparação entre as afirmações das orações por ela conectadas. (“Os votos nulos, por sua vez, são aqueles que, somados aos votos em branco, compõem a categoria dos votos estéreis, inválidos ou, como denominou o Tribunal  Superior Eleitoral, votos apolíticos.”)

III A conjunção “Logo” introduz um período que explica o raciocínio apresentado em períodos anteriores. (“Logo, os votos em branco e os nulos são votos que, a princípio, não produzem resultado nem influenciam no resultado do pleito.”)

IV A conjunção “entretanto” estabelece relação de contraposição entre os conteúdos das orações por ela combinadas. (“É evidente que não se sabe, ao certo, a razão que motiva cada eleitor a votar em branco ou nulo; entretanto, em ambos os casos, não há dúvida quanto à invalidade do voto por ele dado.”)

Estão certos apenas os itens

A I e III.

B I e IV.

C II e III.

D II e IV.

E III e IV.

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX18ipFBFF31BbNfFGZn9NUeYm16dq7xjxYM=
GESTÃO DE MATERIAIS/ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS
Questão 108914
CESPE 2016 TRT Níveis de Estoque e Reposição, Gestão de Estoques

Assinale a opção que apresenta tipos de dados necessários para o cálculo do ponto de pedido, ou seja, a quantidade de estoque que, quando alcançada, indica o momento de providenciar um novo pedido de compra.   

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX18xsPHQTZqoMqjEGCMhe8miXw2mmL2tjM4=
Questão 81776
CESPE 2005 CEEE Curva ABC, Gestão de Estoques

Acerca da administração de materiais, julgue o item subseqüente.

A classificação ABC tem sido usada como importante instrumento na administração de estoques, permitindo a ordenação dos itens com base na sua importância relativa.

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1/+5to/PGkLy356AXPI12e63Krv3hFOoeU=
Questão 71711
CESGRANRIO 2015 BR DISTRIBUIDORA Compras

A área de compras tem um papel importante na lucratividade da empresa porque 

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX18RBvTtAuKjUhdVKbvP1DnXrAqZFDAAAXQ=
Questão 108910
CESPE 2016 TRT Níveis de Estoque e Reposição, Conceitos Básicos de Estoque, Gestão de Estoques

Considerando-se que, na gestão de estoque, o tempo de reposição pode ser dividido nas fases emissão do pedido, preparação do pedido e transporte, é correto afirmar que a fase de preparação do pedido refere-se ao tempo que compreende

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1+j/MdN2Og2p6Nz6cmSG5rJzoOmkkI95Qs=
Questão 81780
CESPE 2008 PREFEITURA MUNICIPAL DE VILA VELHA-ES Previsão de Estoques, Gestão de Estoques

Julgue o item a seguir, que trata da administração de materiais.

Havendo sazonalidade no consumo de determinado material, seus níveis mínimos de estoque podem variar conforme a época do ano.

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1+ybnUsdWdDXOkSZm4Mg6UWtdN0u72RbGc=
Questão 81782
CESPE 2008 PREFEITURA MUNICIPAL DE VILA VELHA-ES Níveis de Estoque e Reposição, Custos de Estoques, Gestão de Estoques

Julgue o item a seguir, que trata da administração de materiais.

Como as organizações públicas não visam lucro, os estoques de materiais dessas organizações devem ser repostos para a manutenção de seu nível máximo, mesmo antes de atingirem o ponto de ressuprimento.

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX19QrvrHgxn48YTXiGWd89iKaDKK/qz2x40=
Questão 108913
CESPE 2016 TRT Curva ABC, Gestão de Estoques

No que se refere à importância dos produtos, assinale a opção que apresenta a sequência correta da classificação tradicional da curva ABC.

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX181AtlKSEqBCM2qgnPSpwLmzQnGrjubmKE=
Questão 81777
CESPE 2008 PREFEITURA MUNICIPAL DE VILA VELHA-ES Conceitos Básicos de Estoque, Gestão de Estoques

Julgue o item a seguir, que trata da administração de materiais.

O controle de estoques relaciona-se aos diversos níveis de materiais que a organização deve manter, dentro de parâmetros econômicos.

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1+vdhnBG/dXKC3sSgwAEz3PjWlPidxHOnE=
Questão 81774
CESPE 2005 CEEE Distribuição e Transporte, Processo de Gestão de Materiais

Acerca da administração de materiais, julgue o item subseqüente.

A distribuição de produtos possui uma dimensão comercial muito importante na determinação da rentabilidade da empresa. Nesse contexto, o conceito aplicado de produto certo, em lugar certo, na quantidade certa, no tempo certo e no menor custo possível viabiliza não apenas a maior lucratividade, mas também a satisfação do cliente.

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1+Pt5ppb4dsuDk0wU66L0u+VcTs6/UUn5s=
Questão 81779
CESPE 2008 PREFEITURA MUNICIPAL DE VILA VELHA-ES Conceitos Básicos de Estoque, Gestão de Estoques

Julgue o item a seguir, que trata da administração de materiais.

O estoque de segurança é o nível máximo de armazenagem de um produto sem que haja risco de depreciação.

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX18yIRaFC7TFlgQIOHNkJMUP0cR+iTaAiBA=
ARQUIVOLOGIA
Questão 93414
OBJETIVA 2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE GRAVATAÍ, RS Teoria das Três Idades

Em conformidade com MEDEIROS, marcar C para as afirmativas Certas, E para as Erradas e, após, assinalar a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:

(   ) O arquivo inativo é aquele que armazena documentos de frequência de uso, consulta ou referência quase nulas.

(   ) A documentação assume natureza oficial quando, além de assessorar a Administração Pública, seu objetivo é o de proporcionar informações científicas ou mesmo didáticas, sem visar diretamente a lucro.

(     ) Os arquivos ativos são os que mantêm arquivados os documentos e papéis de uso, consulta e referência constantes e atuais, ou que se encontram em fase de conclusão.

 

 

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1/8Ae/A4XdstoDSoZbSkcFFgxiXDHSg0qE=
Questão 115210
CESPE 2016 DPU Classificação dos Documentos de Arquivo

Formulário é exemplo de tipo documental.

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1+6aM6v9fvjP2T1u4VWQzXJL2BeEC3wyfo=
Questão 115217
CESPE 2016 DPU Instrumentos de Gestão Arquivística: plano de classificação e tabela de temporalidade, Arquivos Correntes

Os documentos eletrônicos devem ser avaliados de acordo com a tabela de temporalidade e classificados a partir do plano de classificação.

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1+mOs/WyGX3AcWkB7NKnkrRIUoLrnd2kGI=
Questão 120192
CESPE 2017 SEDF Classificação dos Arquivos, Arquivos - Conceitos e Definições

Acerca de princípios e conceitos arquivísticos, julgue o item que se segue.

Para garantir o vínculo arquivístico entre documentos oriundos da mesma atividade, é necessário adotar o princípio da pertinência na classificação desses documentos.

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX18Sor48crKLz2aCpXLif2HkQl6F2Qyq+k8=
Questão 113324
IADES 2016 CEITEC S.A. Métodos de Arquivamento, Arquivamento, Arquivos Correntes

Considerando que o arquivamento de nomes obedece a 13 normas denominadas regras de alfabetação, assinale a alternativa correta.

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX19ejx+rtb7gKR+nPYco7GDGqhmtJHwJQT4=