Resolver Questões Estude resolvendo o conjunto de questões

DIREITO ADMINISTRATIVO
Questão 121218
CESPE 2018 TRT Nomeação, Provimento, Lei 8.112/90 – Regime Jurídico dos Servidores Públicos Federais

Aprovado em concurso para cargo público federal, Carlos foi nomeado no dia 6/11/2017 e tomou posse no dia 21 do mesmo mês e ano. Trinta dias depois, Carlos se apresentou para entrar em exercício.

Nessa situação hipotética, de acordo com a Lei n.º 8.112/1990, a administração pública deverá

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX187HisCq/lO3DbRt4g5O13M5ev9ZtDYRaY=
Questão 170635
A CASA DAS QUESTÕES 2019 MPE Bens Públicos

Sobre os bens públicos, analise as assertivas e identifique com V as verdadeiras e com F as falsas. 

( ) Para a alienação de bem público imóvel, anteriormente adquirido pelo poder público por meio de dação em pagamento, a modalidade concorrência não é a única possível, admitindo-se a utilização do leilão, ficando dispensada a avaliação do bem.

( ) Uma das características dos bens públicos, inclusive os dominiais, é a imprescritibilidade, pelo que o Superior Tribunal de Justiça entende que a sua ocupação não induz posse em face do poder público, mas mera detenção pelo particular, o qual, entretanto, poderá se valer dos interditos possessórios contra outro particular, em litígio sobre o bem público dominial.

( ) Os bens públicos são impenhoráveis, salvo os dominicais, que são alienáveis.

( ) A doação de bens públicos móveis é possível exclusivamente para fim e uso de interesse social após avaliação de sua oportunidade e conveniência socioeconômica quanto à escolha de outra forma de alienação, dispensada a licitação, mas exigindo-se avaliação prévia do bem.

( ) A autorização de uso de imóvel público por particular é ato unilateral da Administração Pública, de natureza discricionária, precária, portanto, revogável a qualquer tempo, sem ônus para o poder público. 

A alternativa que contém a sequência correta, de cima para baixo, é

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX19cwDBQTYw5OL/bdOaDrwLWpQgmg3LWAXo=
Questão 170637
FCC 2019 A CASA DAS QUESTÕES Bens Públicos

Em um determinado imóvel público do Município funciona uma escola municipal onde os pais dos alunos solicitaram a instalação de uma lanchonete para atendimento nos dias regulares de aulas e aos finais de semana, o que

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1+OjLRN2/Q/jnxfOGibu3V2Ca95/yYCzGk=
Questão 170617
FGV 2019 TJ-SC

De acordo com a doutrina de Direito Administrativo e os ditames da Lei nº 9.784/99, que trata do processo administrativo, a competência para prática dos atos administrativos deve ser definida em lei ou em ato administrativo geral e tem as seguintes características gerais:

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1/K5qKesIACEQK9uYNeBWqOZ203lt7Pf34=
Questão 170606
VUNESP 2019 A CASA DAS QUESTÕES

Assinale a alternativa que corretamente discorre sobre os bens públicos sob a perspectiva do direito administrativo pátrio.

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX184iTFEAFgv09O3B6MHn1Eg7EgaQBqKcSw=
RACIOCÍNIO LÓGICO
Questão 120090
A CASA DAS QUESTÕES 2019 A CASA DAS QUESTÕES Raciocínio Lógico

Um grupo de 8 funcionários analisou 32 propostas de reestruturação de um determinado

setor de uma empresa em 16 horas de trabalho. Para analisar 48 dessas propostas, em 12

horas de trabalho, um outro grupo de funcionários, em igualdade de condições do grupo

anterior, deverá ser composto por um número de pessoas igual a

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1/mkAOs2YElK/+S2JvlqC60qtsXkSRCdAo=
Questão 120065
FCC 2018 TRT Problemas Cíclicos - Calendário e datas, Problemas com Agendas

Os meses de agosto e setembro têm, respectivamente, 31 e 30 dias. Às 16 horas do dia 4 de agosto de 2018, que é um sábado, um cronômetro, que estava inicialmente zerado, foi acionado. Esse cronômetro será desligado às 15 horas da primeira quarta-feira de outubro de 2018. O total de horas que o cronômetro indicará é igual a




Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX19hDLe0AmJxo10eXroWZwcGAHOAyt4flA0=
Questão 122298
A CASA DAS QUESTÕES 2019 A CASA DAS QUESTÕES Raciocínio Lógico

Lucas, Paulo e Rogério, amigos, fazem uma brincadeira de caminhar em linha reta, sempre

no mesmo sentido e um de cada vez. Lucas começa com 3 metros e para. Em seguida

Paulo caminha o suficiente para ficar 4 metros à frente de Lucas e para. Rogério caminha o

suficiente para ficar 5 metros à frente de Paulo e para. Lucas caminha o suficiente para

ficar 6 metros à frente de Rogério e para. A brincadeira segue com essa padrão e

alternância até que Paulo anda pela terceira vez e para. Nesse momento, a distância, em

metros, entre Paulo e Rogério é igual a

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1+VZhrkFk1fsa4817vZsmKWUhMRacYnBP8=
Questão 120097
A CASA DAS QUESTÕES 2019 A CASA DAS QUESTÕES Raciocínio Lógico

Considerando todos os funcionários da carreira de Economista em um órgão público,

verifica-se que 55% são do sexo masculino. Verifica-se também que 37,5% de todos os

funcionários desta carreira são formados pela Faculdade X e o restante pela Faculdade Y.

Se 20% destes funcionários formados pela faculdade X são do sexo feminino, então se for

escolhido aleatoriamente um funcionário da carreira de Economista deste órgão público a

probabilidade de ele ser do sexo feminino ou ter sido formado pela faculdade Y é

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX18ZCmbLJxLHyLCtOLO2+8J1oWTIb6FARWU=
Questão 122286
A CASA DAS QUESTÕES 2019 A CASA DAS QUESTÕES Raciocínio Lógico

Em uma empresa, no ano de 2005, o total de funcionários era 100, e a razão entre o

número de homens e o número de mulheres era 7/ 3 . De 2005 até 2010 nenhum

funcionário se desligou da empresa e foram feitas contratações de modo a duplicar o

número total de funcionários. Após essas contratações a razão, que era 7/ 3 , passou a ser

3/ 2 . Desse modo, é correto concluir que a razão entre o número de homens contratados

e o número de mulheres contratadas, nesse período, foi

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1/CHgYEll4xw+NFCtNk4TldTu606v4U/Kw=
DIREITO CONSTITUCIONAL
Questão 170005
FCC 2019 SECAD Direito Constitucional

O título I da Constituição Federal de 1988 trata dos princípios e objetivos fundamentais, incluindo, dentre esses, a A) democracia como princípio de regência das relações internacionais da República Federativa do Brasil. B) garantia do desenvolvimento nacional como objetivo fundamental da República Federativa do Brasil. C) soberania e construção de uma sociedade livre, justa e solidária como objetivo do Estado Democrático de Direito. D) prevalência dos direitos humanos como fundamento do Estado Democrático de Direito. E) cidadania como princípio de regência das relações internacionais da República Federativa do Brasil. O título I da Constituição Federal de 1988 trata dos princípios e objetivos fundamentais, incluindo, dentre esses, a  

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX18IS0/HbeVQ5Zf5wJY0ShuZd/kL/a7sgGs=
Questão 170002
FCC 2019 PREFEITURA MUNICIPAL DO RECIFE-PE Direito Constitucional

Segundo o artigo 4° da Constituição Federal brasileira, a República Federativa do Brasil rege-se nas suas relações internacionais por diversos princípios, NÃO sendo um desses princípios a


Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX18izT0t7CZvqtWc39V93ZZeLF26P6+HdM0=
Questão 21161
FCC 2009 TCE Dos Direitos Sociais (Art. 006 a 011), Dos Direitos e Garantias Fundamentais (Art. 005 a 017)

Ao dispor sobre os direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, a Constituição da República admite, expressamente, que seja objeto de acordo ou convenção coletiva de trabalho:

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1+gaIyjB+7wmMlO5He4DYVrNUKOPWz6zKM=
Questão 173967
FCC 2019 A CASA DAS QUESTÕES Dos Direitos e Garantias Fundamentais (Art. 005 a 017)

A Constituição Federal, no que se refere aos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos, estabelece que: 

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1/hIrDPFrPHtGSI8WoSFahkNbFHo35M2Ac=
Questão 170027
FGV 2019 A CASA DAS QUESTÕES Direito Constitucional

Augusto Silva, candidato a vereador pelo Partido Ômega, ingressou na justiça para impedir a veiculação de matéria, em jornal de grande circulação, que relembra as acusações de desvio de verbas que lhe foram imputadas. O fato lhe rendeu um processo criminal, do qual foi inocentado por falta de provas, há mais de seis meses. O candidato alega que, com o trânsito em julgado da sentença, não há mais interesse na divulgação da informação e que a matéria pode prejudicar sua campanha. Sobre a hipótese narrada, assinale a afirmativa correta.

A) Augusto Silva pode impedir a circulação da matéria, em razão da proteção constitucional à intimidade, à honra e à imagem do indivíduo.

B) Augusto Silva pode impedir a circulação da matéria, uma vez que não há interesse público envolvido na divulgação de denúncia da qual foi inocentado.

C) Augusto Silva não pode impedir a circulação da matéria, em razão da liberdade jornalística e de comunicação, bem como da liberdade de informação.

D) Augusto Silva não pode impedir a circulação da matéria, uma vez que a inocência por falta de provas no processo criminal não afasta a possibilidade de ajuizamento de ação de improbidade.

E) Augusto Silva pode impedir a circulação da matéria, desde que consiga demonstrar minimamente que sua divulgação é capaz de alterar o resultado da eleição.

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX18d06albfqsLZBo9SwUAPJvGWvHIdIbDB4=
Questão 173968
FCC 2019 A CASA DAS QUESTÕES Dos Direitos e Garantias Fundamentais (Art. 005 a 017)

A Constituição Federal de 1988, em seu artigo 5° , estabelece direitos e garantias fundamentais aos cidadãos residentes no Brasil. Um destes direitos é a: 

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX18vMRg/Z7qthd1lb83VWv9EFG5sN6tjDmw=
Questão 173964
FCC 2019 PREFEITURA MUNICIPAL DO RECIFE-PE Dos Direitos e Garantias Fundamentais (Art. 005 a 017)

Deoclécio e Demóstenes, estudantes universitários, vivendo atualmente um cenário político conturbado, ao estudarem a Constituição Federal Brasileira, dentre os direitos e garantias individuais, verificaram que: 

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX19+gakAdDW5KAxKGstlQImnU7Idn+60Duw=
Questão 170058
FGV 2019 PREFEITURA DE NITERÓI-RJ Direito Constitucional

Os Direitos Sociais, tais como tratados na Constituição Federal e na doutrina constitucional,


Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1/RDgNkJWkqJTdAQ5ZdBoWpxN93rqc7FvM=
Questão 173961
FCC 2019 A CASA DAS QUESTÕES Dos Direitos Políticos (Art. 014 a 016), Dos Direitos e Garantias Fundamentais (Art. 005 a 017)

Considere que o indivíduo A, brasileiro naturalizado, de 31 anos, alfabetizado, em pleno exercício de seus direitos políticos, pretende se candidatar ao cargo de Senador. Considere que o indivíduo B, brasileiro naturalizado, de 32 anos, alfabetizado, em pleno exercício de seus direitos políticos, pretende se candidatar ao cargo de Governador de Estado. Diante desse quadro, em decorrência das eleições que ocorrem neste ano,

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1/CzQf8ccTgYAM8I9+tOYXQOLlynOlDhmY=
Questão 170072
FCC 2019 TRT Direito Constitucional

Consideradas as formas de aquisição da nacionalidade previstas na Constituição Federal, são brasileiros


Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1/7fiAYZW2LUGEwv1udPkLpk03D/99T8YQ=
PORTUGUÊS
Questão 122194
CESPE 2017 TRE Sintaxe do Período (Coordenadas e Subordinadas / Nexos)

Pode-se dizer que a cidadania é essencialmente consciência de direitos e deveres e exercício da democracia: direitos civis, como segurança e locomoção; direitos sociais, como trabalho, salário justo, saúde, educação, habitação etc.; direitos políticos, como liberdade de expressão, de voto, de participação em partidos políticos e sindicatos etc. Não há cidadania sem democracia. O conceito de cidadania, contudo, é um conceito ambíguo. Em 1789, a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão estabelecia as primeiras normas para assegurar a liberdade individual e a propriedade. Nascia a cidadania como uma conquista liberal. Hoje, o conceito de cidadania é mais complexo. Com a ampliação dos direitos, nasceu também uma concepção mais ampla de cidadania. De um lado, existe uma concepção consumerista de cidadania (direito de defesa do consumidor) e, de outro, uma concepção plena, que se manifesta na mobilização da sociedade para a conquista de novos direitos e na participação direta da população na gestão da vida pública, por meio, por exemplo, da discussão democrática do orçamento. Esta tem sido uma prática, sobretudo no nível do poder local, que tem ajudado na construção de uma democracia participativa, superando os limites da democracia puramente representativa.

Moacir Gadotti. Escola cidadã – educação para e pela cidadania. Internet: (com adaptações).


A No texto, o termo “que”, em “Esta tem sido uma prática, sobretudo no nível do poder local, que tem ajudado na construção de uma democracia participativa, superando os limites da democracia puramente representativa.”, remete a

A “prática”.

B “nível”.

C “poder local”.

D “discussão”.

E “orçamento”.

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX18ibsZziJ/6mHQFZxXmCPGjvZT/BgatUaA=
Questão 127407
FAURGS 2017 BANRISUL Semântica e Vocabulário, Sintaxe da Oração (Análise Sintática)

A maioria das pessoas acha que conviver com robôs é algo futurista, mas, de certo modo, eles já estão entre nós, influenciando decisões e, até mesmo, o rumo de nossas vidas. Do aplicativo que sugere sua próxima refeição, passando pelo serviço de streaming ofertando o filme que você vai assistir, até os secretários pessoais que auxiliam em situações diárias, os sistemas de inteligência artificial são uma realidade. Tudo isto constitui um caminho sem volta, na opinião de especialistas, que destacam os benefícios das maravilhas digitais, mas também alertam que o avanço dessas tecnologias pode, no futuro, tornar a inteligência humana obsoleta.

Robôs humanoides no cotidiano são ficção, não por limitações técnicas, mas pela dificuldade das pessoas em lidar com isso. “Basta colocar um smartphone num boneco que anda”, brinca o cientista de dados Ricardo Cappra, que atuou na estratégia digital da campanha presidencial de Barack Obama, em 2008. O exemplo pode parecer forçado, mas faz sentido. Celulares modernos têm assistentes virtuais que impressionam.

Com inteligência artificial, eles conhecem os hábitos dos donos e personalizam seu funcionamento. Além de realizar tarefas básicas, como organizar agenda, programar viagens e responder mensagens, eles analisam a rotina das pessoas e sugerem o horário em que devem sair de casa para o trabalho, considerando o tráfego no trajeto habitual, avaliam o histórico de buscas para oferecer notícias de interesse e podem até conversar, por voz, como uma “pessoa”.

Raúl Rentería, diretor do centro de pesquisas do Bing, da Microsoft, explica que a Cortana usa o conhecimento criado pelas conexões entre entidades no buscador. Com a repetição das buscas, o motor aprende a relacionar as informações. Sabe, por exemplo, que Flamengo é um bairro no Rio, mas também um time de futebol. E esses dados são usados pelo assistente virtual.

A inteligência artificial está em incontáveis outros serviços. Sites de comércio eletrônico analisam o perfil de buscas e compras de cada cliente para fazer ofertas personalizadas. Serviços de streaming de vídeo, como YouTube e Netflix, avaliam o que já foi assistido para sugerir opções ao gosto de cada um. Para especialistas, a digitalização facilitou a produção de informações, e a inteligência artificial surge como um filtro necessário.

Carlos Pedreira, professor de Engenharia de Sistemas e Computação da Coppe/UFRJ, explica que as tecnologias de inteligência computacional são desenvolvidas há anos, mas, recentemente, houve uma explosão no volume de dados e na capacidade de armazenamento e processamento dessas informações, o chamado Big Data.

– Os benefícios não são apenas na área do marketing e serviços – diz Pedreira. – Apesar de eu achar que os humanos nunca serão superados, existem situações em que os sistemas computacionais fazem coisas que não podemos. Na medicina, uma pessoa não analisa 20 medidas por célula de um conjunto de dois milhões de células. Essas máquinas conseguem.

Nem todos são simpáticos ao fenômeno. O historiador israelense Yuval Harari, autor do best-seller “Sapiens – Uma breve história da Humanidade”, acha que o ser humano se tornará obsoleto. Segundo ele, dentro de 40 anos, não só taxistas serão substituídos por carros autômatos, mas cerca de 50% de todos os empregos em economias avançadas. Isso impõe um desafio de sobrevivência da própria espécie.

– Provavelmente nós somos das últimas gerações do homo sapiens. Um bebê nascido hoje ainda terá netos, mas não estou certo de que esses netos terão netos, ao menos não humanos. Dentro de um século ou dois, os humanos se tornarão super-humanos ou desaparecerão. De qualquer forma, os seres que dominarão o planeta em 2200 serão mais diferentes de nós do que somos diferentes dos chimpanzés – acredita Yuval Harari.

Adaptado de MATSUURA, Sérgio. Robôs podem tornar inteligência humana obsoleta, dizem especialistas. O Globo, Rio de Janeiro, 18 de abril de 2016. 


Considere as seguintes afirmações em relação à oração Essas máquinas conseguem. 3449 / 3452

I - Essas máquinas retoma metaforicamente a expressão os humanos.

II - Esta oração não é gramaticalmente correta, pois o verbo conseguir necessita sempre de um complemento.

III - Esta oração apresenta um caso de elipse em que se subentende um termo ou termos já anteriormente enunciados na frase anterior.

“– Os benefícios não são apenas na área do marketing e serviços – diz Pedreira. – Apesar de eu achar que os humanos nunca serão superados, existem situações em que os sistemas computacionais fazem coisas que não podemos. Na medicina, uma pessoa não analisa 20 medidas por célula de um conjunto de dois milhões de células. Essas máquinas conseguem.”

Quais estão corretas?

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1+ltbI3SrPMTz8SxOEn0Q32luQjzd6M0Ks=
Questão 128955
A CASA DAS QUESTÕES 2019 A CASA DAS QUESTÕES Interpretação, Compreensão, Tipologia e Gêneros Textuais

Imigrações no Rio Grande do Sul


Em 1740 chegou à região do atual Rio Grande do Sul o primeiro grupo organizado de povoadores. Portugueses oriundos

da ilha dos Açores, contavam com o apoio oficial do governo, que pretendia que se instalassem na vasta área onde

anteriormente estavam situadas as Missões.


A partir da década de vinte do século XIX, o governo brasileiro resolveu estimular a vinda de imigrantes europeus, para

formar uma camada social de homens livres que tivessem habilitação profissional e pudessem oferecer ao país os

produtos que até então tinham que ser importados, ou que eram produzidos em escala mínima. Os primeiros imigrantes

que chegaram foram os alemães, em 1824. Eles foram assentados em glebas de terra situadas nas proximidades da

capital gaúcha. E, em pouco tempo, começaram a mudar o perfil da economia do atual estado.


Primeiramente, introduziram o artesanato em uma escala que, até então, nunca fora

praticada. Depois, estabeleceram laços comerciais com seus países de origem, que

terminaram por beneficiar o Rio Grande. Pela primeira vez havia, no país, uma região em

que predominavam os homens livres, que viviam de seu trabalho, e não da exploração do

trabalho alheio.


As levas de imigrantes se sucederam, e aos poucos transformaram o perfil do Rio Grande.

Trouxeram a agricultura de pequena propriedade e o artesanato. Através dessas atividades,

consolidaram um mercado interno e desenvolveram a camada média da população. E,

embora o poder político ainda fosse detido pelos grandes senhores das estâncias e

charqueadas, o poder econômico dos imigrantes foi, aos poucos, se consolidando.


Com a sucessão de levas de imigrantes, verificaram-se as seguintes consequências no Rio Grande

do Sul:

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1/iVBPbOm/wXFBGzZT8Jw/JXJO/YqX1P5A=
Questão 128042
FCC 2019 A CASA DAS QUESTÕES Interpretação, Compreensão, Tipologia e Gêneros Textuais

De cabeça pra baixo


− Esse mundo está ficando de cabeça pra baixo!


É uma conhecida frase, que sucessivas gerações vêm frequentando. Ela logo surge a propósito de qualquer

coisa que se considere uma novidade despropositada, irritante: modelo de roupa mais ousada, último

grande sucesso musical, aumento milionário no salário de um jogador de futebol, a longa estiagem na

estação chuvosa, a avalanche de crimes no jornal... A ideia é sempre demonstrar que a vida e o mundo já

foram muito melhores, que a passagem do tempo leva inexoravelmente à perversão ou ao

desmoronamento dos valores autênticos, que uma geração construiu e que a seguinte apagou.


Parece que na história da humanidade o fenômeno é comum e cíclico: as pessoas enaltecem seus hábitos

passados e condenam os presentes. “Ah, no meu tempo...” é uma expressão que vale um suspiro e uma

acusação. Algo de muito melhor ficou para trás e se perdeu. A missão dessa juventude de hoje é desviar-se

da Civilização....


A ironia é que justamente nesses “desvios” e por conta deles a História caminha,

ainda que não se saiba para onde. Fosse tudo uma repetição conservadora,

nenhuma descoberta jamais se daria, sem contar que os mais velhos já não teriam

do que se queixar e a quem imputar a culpa por todos os desassossegos que

assaltam todas as gerações humanas, desde que existimos.


A supressão da vírgula altera significativamente o sentido da seguinte frase:

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1/2/kInvFE9vGvAqrocTILHkJ2olV0QUgo=
Questão 123703
FCC 2019 A CASA DAS QUESTÕES Redação

Em um marco estritamente institucionalista, pode-se dizer que república é uma forma de governo que se distingue da

forma monárquica. Tal distinção deve-se ao fato de que o fundamento do poder nas repúblicas não está associado a

governo unipessoal e à sucessão dinástica, tal como nas monarquias, invariavelmente governadas por casas reais. Ainda

que, ao longo do século 20 − e mesmo no início do 21 −, o termo “república” tenha sido utilizado na autodenominação

de regimes políticos autoritários, de modo geral a ideia contemporânea de república aproxima-se da de democracia,

posto que está associada à soberania popular, exercida por meio da participação em eleições regulares, livres,

competitivas e extensivas a todos os postos politicamente relevantes. A tais traços devem ser acrescentadas a distinção

e a separação entre teologia e política.


A ideia de república como forma de governo que se constitui como negação da forma monárquica ganhou consistência a

partir da emergência das duas revoluções republicanas modernas, em fins do século 18. Embora suas origens, durações

e efeitos tenham sido distintos, tanto a Revolução Americana (1776) como a Revolução Francesa (1789) tiveram imenso

papel na afirmação de uma forma de governo diversa da tradição monárquica europeia.


Durante o século 19, tanto na Europa quanto nas antigas periferias coloniais − América

do Sul, por exemplo –, vários movimentos democratizantes ou de libertação nacional

evocaram a forma republicana, sempre na chave de repúdio à forma monárquica de

governo unipessoal com fundamento dinástico. As revoluções europeias de 1830 e

1848, assim como os movimentos nacionais na América Espanhola, estruturaram-se em

torno de ideais republicanos, cujo núcleo invariavelmente gravitava em torno da

necessidade de afirmar o princípio da soberania popular.


A própria experiência brasileira, tardia com relação à da América do Sul, teve nesse traço um aspecto

importante. Entre nós, a defesa da república, durante o século 19, caracterizou-se menos pela defesa de

um programa claro de reforma para a sociedade e a política e mais pela simples negação do governo

monárquico e pessoal de D. Pedro II. A primeira década republicana no Brasil foi marcada por forte

instabilidade e por intensa disputa a respeito do que deveria significar um regime republicano. Coube

ao governo do paulista Campos Salles (1898-1902) estabelecer as bases do regime, que vigoraram até

1930.


É comentário adequado sobre o que se tem no parágrafo 3

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1+wt/W7Po0f6T2PRlGQzdvgstS+XdrUzgs=
Questão 127525
VUNESP 2019 A CASA DAS QUESTÕES Concordância Nominal

Foi no domingo passado, andando pela feira-livre aqui da Lapa e dando uma olhada nas bancas, que

percebi que muitas daquelas frutas maravilhosas ali expostas simplesmente não existiam no meu tempo

de menino. O kiwi, por exemplo. Quando usava calças curtas, kiwi era aquele bichinho da Nova Zelândia,

um dos poucos verbetes da letra K, na enciclopédia que ficava na estante da minha casa. Não havia

tomate cereja! Vivíamos sem ele. Como não havia a lichia. A gente não encontrava goiaba na feira, como

não encontrava jabuticaba, nem carambola. Goiaba era só no pé e com bicho, não existia goiaba sem

bicho. Jabuticaba, só em Sabará, e carambola, só na chácara de Dona Catarina, em Cataguases.


Laranja era a pera, a Bahia e a lima. Hoje tem até laranja Bahia importada da Espanha, sem contar o

grapefruit, primo de primeira da laranja. Aos poucos, novas frutas vão invadindo o mercado: uxi, xixá,

tapiá, sapucaia, monguba, marolo... Quem manteve a linha e não inventou moda foi a banana, que

continua a mesma de sempre. A prata, a nanica, a maçã, a banana-da-terra e a ouro. E todas – dizem –

ainda a preço de banana.


Assinale a alternativa em que a concordância nominal está de acordo com a norma

padrão.

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX18rZFaS9tCtRo4gZPs41+1qlAXEuO+Yq3A=
Questão 128070
FCC 2019 A CASA DAS QUESTÕES Interpretação, Compreensão, Tipologia e Gêneros Textuais

A punição para quem já está preso é a solitária. Não é para menos: a ausência de

convivência com outros seres humanos é extremamente penosa. Ela causa

depressão, facilita o aparecimento de doenças, aumenta a agressividade e pode

levar ao suicídio.


Nas sociedades modernas, a solidão atinge até 50% das pessoas com mais de 60

anos. Nas sociedades primitivas, vivíamos em constante contato, dividindo

tarefas com os membros de nossa tribo. Hoje é possível sofrer de solidão mesmo

vivendo numa grande cidade.


Que a solidão causa mudanças comportamentais ninguém duvida, mas agora foi

descoberto um neuropeptídio (NkB), uma espécie de hormônio, envolvido nesse

processo, e ao mesmo tempo um composto químico capaz de debelar os efeitos

da solidão.


Camundongos foram colocados sozinhos por duas semanas (o que equivale a um

ano para seres humanos). Após esse tempo, eles apresentavam os sintomas

típicos da solidão. Suscetibilidade ao estresse e aumento da agressividade. Os

cientistas, ao examinar os cérebros desses animais, observaram um enorme

aumento na quantidade de NkB.


Em outro experimento, os cientistas empregaram um recurso genético para

induzir o aumento do NkB artificialmente, sem expor os animais à solidão. Esses

animais, mesmo convivendo com outros de sua espécie, exibiram os sintomas da

solidão, comprovando que esse hormônio está envolvido com o aparecimento de

seus sintomas em camundongos. Como esse mesmo hormônio existe em seres

humanos, devem ser obtidos os mesmos resultados quando esses experimentos

forem repetidos em pessoas.


Apesar de agora conhecermos uma molécula que provoca os sintomas da solidão,

ainda não sabemos como ela provoca o aumento dessa molécula no cérebro. Será

que é a falta de interação física que provoca a solidão, será a falta de estímulos

visuais ou olfativos, ou uma combinação desses fatores?


Esses experimentos também sugerem que pode haver um medicamento capaz de

fazer desaparecer os sintomas da solidão. Mas não seria melhor curar a solidão

interagindo com os amigos, a família e outras pessoas do convívio social? A

solidão é um problema criado pela sociedade moderna. Ele deve ser resolvido

com uma nova droga ou com uma mudança de comportamento?


O verbo em destaque deve sua flexão ao termo sublinhado em:

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1+btMgYFGBVLJ8gblycZ40m1TDVWCon39c=
Questão 128542
CESGRANRIO 2019 A CASA DAS QUESTÕES Interpretação, Compreensão, Tipologia e Gêneros Textuais

Mobilidade e acessibilidade desafiam cidades


A população do mundo chegou, em 2011, à marca oficial de 7 bilhões de pessoas. Desse total, parte cada vez maior vive

nas cidades: em 2010, esse contingente superou os 50% dos habitantes do planeta, e até 2050 prevê-se que mais de dois

terços da população mundial será urbana.


No Brasil, a população urbana já representa 84,4% do total, de acordo com o Censo 2010. É preciso, então, que questões

de mobilidade e acessibilidade urbana passem a ser discutidas.


No passado, a noção de mobilidade era estreitamente ligada ao automóvel. Hoje, como resultado, os moradores de

grande maioria das cidades brasileiras lidam diariamente com congestionamentos insuportáveis, que causam enormes

perdas. Isso, sem falar no alto índice de mortes em vias urbanas do país. Depreendemos daí que a dependência do

automóvel como meio de transporte é um fator que impede a mobilidade urbana.


É importante investir em infraestrutura pedestre, cicloviária e em sistemas mais eficazes e

adequados de ônibus. Ao mesmo tempo, podemos desenvolver cidades mais acessíveis,

onde a maior parte dos serviços esteja próxima às moradias e haja opções de transporte

não motorizado para nos locomovermos.


BROADUS, V. Portal Mobilize Brasil. 16 jul. 2012. Disponível em: . Acesso em: 9 jul. 2018.


Glossário:


Mobilidade urbana – É a facilidade de locomoção das entre as diferentes zonas de uma

cidade.


Acessibilidade urbana – É a garantia de condições às pessoas portadoras de deficiência ou

com mobilidade reduzida, para a utilização, com segurança e autonomia, dos espaços

públicos.


A vírgula está empregada de acordo com a norma-padrão da língua

portuguesa em

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX18NcKa8CKh4J6slkY4PB5KscTttfkXVrUI=
Questão 128586
FUNDATEC 2019 A CASA DAS QUESTÕES Interpretação, Compreensão, Tipologia e Gêneros Textuais

Famílias postiças contra a sigilosa epidemia da solidão


Rosa enviuvou em agosto e desde então carrega nos ombros um pesado silêncio. Só o telefonema de uma amiga todos

os dias ___ nove da noite diminui um pouco o seu vazio. Rosa vive na Galícia, uma região chuvosa no norte da Espanha,

onde impera o caráter introspectivo e estoico. Além disso, ela mora em uma aldeia, em Betanzos (província de A

Coruña) que há anos não para de perder população. Esse telefonema é praticamente o único momento em que se

comunica com alguém. “Conversamos durante meia hora. Não criticamos ninguém, mas comentamos coisas e a faço

rir”, conta Pilar, a voz amiga de Rosa e uma das colaboradoras do projeto de iniciativa da ordem religiosa dos

franciscanos na Galícia para combater a epidemia silenciosa da solidão, que se estende sem freio nos lares ocidentais.


Enquanto no Reino Unido o Governo acaba de criar uma Secretaria de Estado contra a Solidão, em Betanzos foi

colocado ___ disposição o convento de San Francisco de Betanzos – sem vida desde que ...... dois anos as últimas freiras

residentes cruzaram a porta – para criar uma família com pessoas “que estejam ou se sintam sozinhas”. Os participantes

passariam o dia nas instalações, tomando café da manhã, almoçando e jantando, compartilhando a lavanderia e os

gastos, fazendo companhia uns aos outros.


“Não se trata de uma unidade de atendimento ___ terceira idade nem de beneficência,

nem de um local social, mas de um espaço de autogestão que não se financia com

subvenções e no qual queremos imitar o ambiente de uma família qualquer, com liberdade

para entrar e sair sem compromisso e sem exigências de vínculo religioso”, explica o frei

Enrique Roberto Lista sobre um projeto aberto ___ moradores de qualquer prefeitura e

cujos responsáveis gostariam de estender no futuro a outros edifícios eclesiásticos vazios,

como as casas sacerdotais das paróquias.


Se no Brasil o número de pessoas que vivem sós duplicou entre 2005 e 2015, sobretudo entre as com mais de 60 anos,

segundo o IBGE, na Espanha a situação não é melhor. Ali vivem sozinhas cerca de 4,5 milhões de pessoas, segundo os

dados apresentados pelos franciscanos. Mais de 70% das almas que habitam esses lares sofrem de solidão, um

problema que afeta igualmente mais da metade de quem tem companhia em suas casas.


O projeto começou a ser posto em prática em Betanzos com nove mulheres e, conforme explica a trabalhadora social

Antía Leira, vem enfrentando dificuldades para superar “o estigma da solidão, a vergonha”. “É difícil para as pessoas

que a sofrem reconhecer a situação e até mesmo identificá-la porque muitas vezes convivem com alguém”, afirma

Leira. “É uma necessidade oculta: todo mundo admite o problema, e as notícias de idosos que morrem sem que

ninguém fique sabendo se multiplicam, mas custa dar o passo para combatê-la.”


Uma solidão mais uma solidão é companhia, o remédio para o problema está nas pessoas que

sofrem esse ......”, observa o frei Lista, criador do projeto, enquanto no refeitório deste convento do

século XIV os primeiros membros passam um ao outro a cafeteira e as bandejas de biscoitos e bolos.

A amiga de Pilar que se sente tão sozinha ainda não deu o passo para se integrar ___ essa família

postiça: “É desconfiada e retraída, e isso lhe custa, mas eu digo que isto seria fantástico para ela se

oxigenar.”


A tristeza pelo isolamento social não é um achaque só da idade. “Há pessoas muito jovens que

também estão sós”, diz Adriana García, colaboradora do projeto. “Esta sociedade te empurra para a

solidão. Há menos filhos, a família se dispersa, por um lado as tecnologias te conectam, mas por

outro te levam a se fechar. E ...... jornadas de trabalho que não te deixam tempo para a amizade e a

família. Racionalizar os horários seria uma grande contribuição para combater isso.”


Analise as seguintes assertivas a respeito dos pronomes do texto:


I. O pronome ‘as’ retoma ‘pessoas que vivem sós’ (Se no Brasil o número de pessoas que vivem sós duplicou

entre 2005 e 2015, sobretudo entre as com mais de 60 anos, segundo o IBGE).


II. O ‘a’ (“o estigma da solidão, a vergonha”. “É difícil para as pessoas que a sofrem reconhecer a situação) é

um pronome e retoma ‘vergonha.


III. O pronome oblíquo ‘lhe’ (A amiga de Pilar que se sente tão sozinha ainda não deu o passo para se integrar

___ essa família postiça: “É desconfiada e retraída, e isso lhe custa,) retoma Rosa, a amiga de Pilar.


Quais estão corretas?

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1+mE3i+7iRCIMFjQnYeqt/4xY+S9Rvb3Og=
Questão 110771
FGV 2016 IBGE Inferência, Interpretação, Compreensão, Tipologia e Gêneros Textuais

 

O título dado ao texto: 

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX19rpsPiI7GdCR/4f9uoM8IxvK05zxvtTeg=
Questão 170314
A CASA DAS QUESTÕES 2019 A CASA DAS QUESTÕES Interpretação, Compreensão, Tipologia e Gêneros Textuais

O Poder Legislativo do estado de Goiás O Legislativo e a sociedade Desde a proclamação da República, em

1889, o Poder Legislativo, entre os poderes constituídos, é o que melhor reflete os diferentes momentos da

política brasileira. Está presente no dia a dia das pessoas porque é o responsável pela elaboração e discussão

das leis que regem o país, o estado e o município.


O Legislativo também é responsável pela apreciação da maioria dos atos do Poder Executivo. Isso significa que

passam pelos Parlamentos das diferentes esferas quase todas as iniciativas tomadas pelo presidente da

República, pelo governador do estado ou pelo prefeito municipal, cabendo a senadores, deputados federais e

estaduais, além de vereadores, a aprovação ou não das questões em discussão.


O Poder Legislativo é o meio do cidadão, a partir de seus representantes eleitos pelo voto direto, participar e

intervir nos assuntos públicos, mas a história mostra que nem sempre foi assim.


Os conselhos gerais


A primeira Constituição Brasileira, de 1824, instituiu nas províncias do Império os

Conselhos Gerais. Era uma forma de garantir aos cidadãos o direito de intervir nos

negócios de sua província. Entretanto, segundo os historiadores, esses Conselhos

Gerais não constituíam um poder autônomo e independente.


As Assembleias Legislativas Provinciais nasceram na primeira reforma constitucional

brasileira, consubstanciada na Lei n° 12, de agosto de 1832, mais conhecida por Ato

Adicional. Elas funcionaram durante todo o período conhecido como Primeira

República.


No último parágrafo, no fragmento “reforma constitucional brasileira,

consubstanciada na Lei n° 12, de agosto de 1832, mais conhecida por Ato

Adicional.”, o sentido da palavra sublinhada pode ser expresso corretamente por

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX18AXPFz52p+kRERQPYWzJrnUhmClNp3Jrw=
Questão 170327
A CASA DAS QUESTÕES 2019 A CASA DAS QUESTÕES Interpretação, Compreensão, Tipologia e Gêneros Textuais

Em qual das frases a seguir a expressão em destaque foi empregada no sentido próprio, ou seja,

no sentido denotativo?

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1863/q2o9IagAF1O28T+mzPAnQ5iZ3uRJY=
Questão 128039
FCC 2019 A CASA DAS QUESTÕES Interpretação, Compreensão, Tipologia e Gêneros Textuais

    Artes e ditadores


Os ditadores sempre quiseram que a arte expressasse seu ideal de “povo”, de preferência em momentos de

devoção ou entusiasmo pelo regime. Para isso, os ditadores pretenderam imobilizar o passado nacional em

seu benefício, dando-lhe dimensões de mito ou inventando-o quando necessário. Para o fascismo italiano, o

ponto de referência era a Roma antiga, imperial; para a Alemanha de Hitler, uma combinação de bárbaros

radicalmente puros das florestas teutônicas com nobreza medieval; para a Espanha de Franco, a era dos

triunfantes governantes católicos que expulsaram os infiéis e resistiram a Lutero. A União Soviética teve

mais dificuldade para adotar o legado dos czares que a Revolução tinha sido feita, afinal de contas, para

destruir, mas Stálin acabou achando conveniente mobilizá-lo.


O que ficou da arte do poder nesses países? Surpreendentemente, pouco na

Alemanha, mais na Itália, talvez mais ainda na Rússia. Só uma coisa todos

perderam: o poder de mobilizar a arte e o povo como teatro público. Isso, o mais

sério impacto do poder na arte entre 1930 e 1945, desapareceu com os regimes

que tinham garantido sua sobrevivência através da repetição regular de rituais

públicos. Desapareceram para sempre, juntamente com aquele poder.


Considerando-se o contexto, traduz-se adequadamente o sentido de um

segmento do texto em:

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1+4lTAzn83REOg41B6vz0qFsJR8I/24MNM=
Questão 128947
A CASA DAS QUESTÕES 2019 A CASA DAS QUESTÕES Interpretação, Compreensão, Tipologia e Gêneros Textuais

A chave do tamanho


O antes de nascer e o depois de morrer: duas eternidades no espaço infinito circunscrevem o nosso breve espasmo de

vida. A imensidão do universo visível com suas centenas de bilhões de estrelas costuma provocar um misto de assombro,

reverência e opressão nas pessoas. “O silêncio eterno desses espaços infinitos me abate de terror”, afligia-se o pensador

francês Pascal. Mas será esse necessariamente o caso?


O filósofo e economista inglês Frank Ramsey responde à questão com lucidez e bom humor: “Discordo de alguns amigos

que atribuem grande importância ao tamanho físico do universo. Não me sinto absolutamente humilde diante da

vastidão do espaço. As estrelas podem ser grandes, mas não pensam nem amam – qualidades que impressionam bem

mais do que o tamanho. Não acho vantajoso pesar quase cento e vinte quilos”.


Com o tempo não é diferente. E se vivêssemos, cada um de nós, não apenas um punhado

de décadas, mas centenas de milhares ou milhões de anos? O valor da vida e o enigma da

existência renderiam, por conta disso, os seus segredos? E se nos fosse concedida a

imortalidade, isso teria o dom de aplacar de uma vez por todas o nosso desamparo cósmico

e as nossas inquietações? Não creio. Mas o enfado, para muitos, seria difícil de suportar.


Ao longo do texto, o autor sustenta a ideia de que a infinitude

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX19dBNvTwECe5fqOP+6pQCpPcVEu9wFpURc=
Questão 115636
IDHTEC 2016 PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAQUITINGA-PE Regência Nominal e Verbal

O crime de ofensa à reputação é agravado quando os fatos imputados a alguém não correspondem à verdade. E no caso de ser cometido no Facebook quando acessível a qualquer pessoa¿ Em um post num  grupo  fechado,  um  funcionário  de  uma empresa  pronunciou-se  sobre  os  colegas  que  não  pretendiam

aderir  _________  greve  e  disse  que  eram  “oportunistas  que obtêm benefícios pelo trabalho e luta dos outros”.

Ao  ser  processado  pela  empresa,  o  funcionário  lembrou ________o Código do Trabalho prevê  que “o empregador não pode  aceder  ________  conteúdo  de  mensagens  de  natureza pessoal.”  Os juízes  tiveram  de  avaliar  e  entenderam  que  um grupo do Facebook não entra na regra. “Estando o trabalhador ciente  _______  publicações  com  eventuais  implicações  de natureza profissional, porque difamatórias podem extravasar as fronteiras  de  um  grupo  criado  na  rede  social  e  não  ______ assiste _______ direito de invocar o caráter privado do grupo e a natureza pessoal das publicações.”

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1+HyeW6/Vett6U6D6DV76D7nEex2VxrFEc=
Questão 128009
FCC 2019 A CASA DAS QUESTÕES Interpretação, Compreensão, Tipologia e Gêneros Textuais

Em uma cidade há um milhão e meio de pessoas, em outra há outros milhões; e as

cidades são tão longe uma da outra que nesta é verão quando naquela é inverno.

Em cada uma dessas cidades há uma pessoa; e essas pessoas tão distantes acaso

podem cultivar em segredo, como plantinha de estufa, um amor à distância?


Andam em ruas tão diferentes e passam o dia falando línguas diversas. Não se

telefonam mais; é tão caro e demorado e tão ruim e, além disso, que se diriam?

Escrevem-se. Mas uma carta leva dias para chegar; ainda que venha cheia de

sentimento, quem sabe se no momento em que é lida já não poderia ter sido

escrita? A carta não diz o que a outra pessoa está sentindo, diz o que sentiu na

semana passada... e as semanas passam de maneira assustadora.


E ao que ama o que importa é a pessoa amada hoje, agora, aqui − e isso não há.

Então a outra pessoa vira retratinho no bolso, borboleta perdida no ar, brisa que a

testa recebe na esquina, tudo o que for eco, sombra, imagem, um pequeno

fantasma, e nada mais.


O assunto central do texto é

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1/OgRqHycOUkTDhdeBkIJ7T4DCm4K+tUHg=
Questão 122157
CESPE 2017 PJC Confronto e Reconhecimento de Frases Corretas e Incorretas, Interpretação, Compreensão, Tipologia e Gêneros Textuais

A valorização do direito à vida digna preserva as duas faces do homem: a do indivíduo e a do ser político; a do ser em si e a do ser com o outro. O homem é inteiro em sua dimensão plural e faz-se único em sua condição social. Igual em sua humanidade, o homem desiguala-se, singulariza-se em sua individualidade. O direito é o instrumento da fraternização racional e rigorosa. O direito à vida é a substância em torno da qual todos os direitos se conjugam se desdobram, se somam para que o sistema fique mais e mais próximo da ideia concretizável de justiça social. Mais valeria que a vida atravessasse as páginas da Lei Maior a se traduzir em palavras que fossem apenas a revelação da justiça. Quando os descaminhos não conduzirem a isso, competirá ao homem transformar a lei na vida mais digna para que a convivência política seja mais fecunda e humana.

Cármen Lúcia Antunes Rocha. Comentário ao artigo 3.º. In: 50 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos 1948-1998: conquistas e desafios. Brasília: OAB, Comissão Nacional de Direitos Humanos, 1998, p. 50-1 (com adaptações)

Em cada uma das opções a seguir é apresentada uma proposta de reescrita de “O direito à vida é a substância em torno da qual todos os direitos se conjugam, se desdobram, se somam para que o sistema fique mais e mais próximo da ideia concretizável de justiça social.” Assinale a opção em que a proposta de reescrita mantém o sentido e a correção gramatical do referido texto

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1+KL4+/MeTICC3TNQMG9zUmutvXGjkxgGg=
Questão 128553
FUNDATEC 2019 A CASA DAS QUESTÕES Interpretação, Compreensão, Tipologia e Gêneros Textuais

Anticurriculum

Leio a notícia em uma tela multimídia instalada no canto de um elevador comercial, de que um grande ator de televisão

negou-se a fazer o papel principal de uma série que será realizada por uma importante produtora americana. Na sala

603, já sentada na cadeira do dentista, penso por que não divulgo os trabalhos que não fiz, por que não capitalizo meu

anticurriculum. O dentista pergunta do que estou rindo, respondo, de boca aberta, das bobagens do pensamento. O

primeiro convite negado foi o de uma peça de teatro. O autor/diretor era um cara muito legal, mas usava um método

de direção rígido, polonês. Tínhamos que andar em cena segundo um mapa desenhado ___ lápis em uma folha de

papel, cada ator tinha sua linha trajetória pontilhada de cor diferente. Ficávamos com o mapa na mão sem saber se

ríamos ou se chorávamos, o negócio era mais complexo que uma ferrovia interestadual. Os atores foram saindo um por

um, depois de uma semana, saí também. Lembro que recusei a direção de um texto lindo de Federico García Lorca, a

atriz era ótima, não sei o que me deu, me senti despreparada, baita imaturidade minha, saí depois de algumas semanas.


Acho que a atriz nunca me perdoou, mas eu e o diretor polonês nos tornamos amigos.

Essas experiências foram no auge dos meus vinte anos. Clarice, interrompo, fale dos

trabalhos que você recusou, não dos que você abandonou. Abandonar trabalhos não tem o

mesmo glamour que recusar trabalhos, muito pelo contrário, depõe contra você. E 

nome aos bois, pois assim, no genérico, não tem graça nenhuma. O dentista pergunta

novamente do que estou rindo, digo, já sentindo todo o lado esquerdo do rosto dormente,

das intempéries do pensamento. Recusei participar de um seriado da Disney, Desperate

Housewives, versão América Latina, rodado em Buenos Aires, em 2007. Eu seria uma das

donas de casa desesperadas, ao lado de nomes consagrados do cinema e da televisão.


O convite da TV responsável pela coprodução da série surgiu no mês em que A Alma Imoral estrearia no horário nobre

da sala Marília Pera, 450 lugares, do Teatro Leblon, Rio. Se ainda hoje, doze anos em cartaz, não sinto nenhum cansaço

em fazer a peça, imaginem o fôlego emocional que eu tinha há onze anos. Quis conciliar, mas as agendas não batiam. A

escolha de não fazer a série envolveu certo sofrimento. Tudo contava a favor, mas era como se minha intuição me

perguntasse o que seriam cinco meses de contrato para fazer um seriado da mítica Disney, diante de um possível e

longo tempo de aprendizado, de satisfação artística e financeira no teatro, local escolhido para viver. Muita gente me

achou maluca. Eu poderia remontar a peça, mas não se para o galope de um coração impunemente. ___ luz da Alma, fui

conservadora? Fui transgressora? Levanto da cadeira do dentista. Digo mais sim do que não. Sei que em cada trabalho

está a semente do próximo. Detesto fruta sem caroço. Em cada fruta, a semente da próxima. Quando uma fruta não

tem caroço, me pergunto, onde está a continuidade dessa fruta? Quem roubou as sementes que estavam aqui? Não

compro fruta sem caroço. Em cada trabalho, a semente do próximo.


Existem “nãos” que trazem em si uma semente, são “nãos” transgressores, da ordem da

evolução, que abrem muitos caminhos. Um ou outro “não” foi dessa ordem. Um “sim” ___

coragem de desbravar oceanos e plantar sementes por aí. Chegar ao caroço é o nosso

prazer, e deixá-lo na terra é a nossa função. O dentista diz que não devo comer nada por

uma hora, e pergunta por que fiquei séria de repente. Entro no elevador, de novo a notícia

do ator que não fará a série. Espero que ele não faça a série por um motivo que espalhe

muitas sementes por aí, senão, ele é completamente maluco


Assinale a alternativa INCORRETA a respeito do texto.

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1/cidrpV0Ke68vq7dGjDQUS0tIZOXmbbK4=
Questão 127410
FAURGS 2017 BANRISUL Pontuação

A maioria das pessoas acha que conviver com robôs é algo futurista, mas, de certo modo, eles já estão entre nós, influenciando decisões e, até mesmo, o rumo de nossas vidas. Do aplicativo que sugere sua próxima refeição, passando pelo serviço de streaming ofertando o filme que você vai assistir, até os secretários pessoais que auxiliam em situações diárias, os sistemas de inteligência artificial são uma realidade. Tudo isto constitui um caminho sem volta, na opinião de especialistas, que destacam os benefícios das maravilhas digitais, mas também alertam que o avanço dessas tecnologias pode, no futuro, tornar a inteligência humana obsoleta.

Robôs humanoides no cotidiano são ficção, não por limitações técnicas, mas pela dificuldade das pessoas em lidar com isso. “Basta colocar um smartphone num boneco que anda”, brinca o cientista de dados Ricardo Cappra, que atuou na estratégia digital da campanha presidencial de Barack Obama, em 2008. O exemplo pode parecer forçado, mas faz sentido. Celulares modernos têm assistentes virtuais que impressionam.

Com inteligência artificial, eles conhecem os hábitos dos donos e personalizam seu funcionamento. Além de realizar tarefas básicas, como organizar agenda, programar viagens e responder mensagens, eles analisam a rotina das pessoas e sugerem o horário em que devem sair de casa para o trabalho, considerando o tráfego no trajeto habitual, avaliam o histórico de buscas para oferecer notícias de interesse e podem até conversar, por voz, como uma “pessoa”.

Raúl Rentería, diretor do centro de pesquisas do Bing, da Microsoft, explica que a Cortana usa o conhecimento criado pelas conexões entre entidades no buscador. Com a repetição das buscas, o motor aprende a relacionar as informações. Sabe, por exemplo, que Flamengo é um bairro no Rio, mas também um time de futebol. E esses dados são usados pelo assistente virtual.

A inteligência artificial está em incontáveis outros serviços. Sites de comércio eletrônico analisam o perfil de buscas e compras de cada cliente para fazer ofertas personalizadas. Serviços de streaming de vídeo, como YouTube e Netflix, avaliam o que já foi assistido para sugerir opções ao gosto de cada um. Para especialistas, a digitalização facilitou a produção de informações, e a inteligência artificial surge como um filtro necessário.

Carlos Pedreira, professor de Engenharia de Sistemas e Computação da Coppe/UFRJ, explica que as tecnologias de inteligência computacional são desenvolvidas há anos, mas, recentemente, houve uma explosão no volume de dados e na capacidade de armazenamento e processamento dessas informações, o chamado Big Data.

– Os benefícios não são apenas na área do marketing e serviços – diz Pedreira. – Apesar de eu achar que os humanos nunca serão superados, existem situações em que os sistemas computacionais fazem coisas que não podemos. Na medicina, uma pessoa não analisa 20 medidas por célula de um conjunto de dois milhões de células. Essas máquinas conseguem.

Nem todos são simpáticos ao fenômeno. O historiador israelense Yuval Harari, autor do best-seller “Sapiens – Uma breve história da Humanidade”, acha que o ser humano se tornará obsoleto. Segundo ele, dentro de 40 anos, não só taxistas serão substituídos por carros autômatos, mas cerca de 50% de todos os empregos em economias avançadas. Isso impõe um desafio de sobrevivência da própria espécie.

– Provavelmente nós somos das últimas gerações do homo sapiens. Um bebê nascido hoje ainda terá netos, mas não estou certo de que esses netos terão netos, ao menos não humanos. Dentro de um século ou dois, os humanos se tornarão super-humanos ou desaparecerão. De qualquer forma, os seres que dominarão o planeta em 2200 serão mais diferentes de nós do que somos diferentes dos chimpanzés – acredita Yuval Harari.

Adaptado de MATSUURA, Sérgio. Robôs podem tornar inteligência humana obsoleta, dizem especialistas. O Globo, Rio de Janeiro, 18 de abril de 2016. Disponível em: . Acesso em: 10 jan. 2018.

Considere a análise dos seguintes casos de emprego de vírgula no texto. 

I - É obrigatório o emprego da vírgula antes do pronome relativo que (o cientista de dados Ricardo Cappra, que atuou na estratégia digital).

II - Empregou-se a vírgula antes da conjunção e por estar relacionando duas orações coordenadas com sujeitos diferentes. “a digitalização facilitou a produção de informações, e a inteligência artificial surge como um filtro necessário.”

III - A vírgula que antecede a conjunção mas poderia ter sido omitida, pois é facultativo o uso da vírgula neste caso. “Um bebê nascido hoje ainda terá netos, mas não estou certo de que esses netos terão netos”.

Quais estão corretas?


Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1/XZNKYJtdHhbR1KZMNlebpVd0LVNkHWTM=
Questão 128524
CESGRANRIO 2019 A CASA DAS QUESTÕES Interpretação, Compreensão, Tipologia e Gêneros Textuais

Água — a economia que faz sentido

A água é um recurso finito e não tão abundante quanto pode parecer; por isso deve ser economizada. Essa é
uma noção que só começou a ser difundida nos últimos anos, à medida que os racionamentos se tornaram
mais urgentes e necessários, até mesmo no Brasil, que é um dos países com maior quantidade de reservas
hídricas — cerca de 15% do total da água doce do planeta. Não é por acaso que cada vez mais pessoas e
organizações estão se unindo em defesa de seu uso racional. Segundo os cientistas da Organização das
Nações Unidas (ONU), no século 20 o uso da água cresceu duas vezes mais que a população. A situação é tão
preocupante que existe quem preveja uma guerra mundial originada por disputas em torno do precioso
líquido.

Para não se chegar a esse ponto, a saída é poupar — e o esforço tem de ser
coletivo. “São questões de comportamento que se encontram no centro da crise”,
diz o relatório da ONU sobre água no mundo. A ideia de que sobra água se deve
ao fato de que ela ocupa 70% da superfície terrestre. Mas 97,5% desse total é
constituído de água salgada. Dois terços do restante se encontram em forma de
gelo, nas calotas polares e no topo de montanhas. Se considerarmos só o estoque
de água doce renovável pelas chuvas, chegamos a 0,002% do total mundial.

Mesmo a suposta fartura hídrica do Brasil é relativa. A região Nordeste, com 29% da população, conta com
apenas 3% da água, enquanto o Norte, com 7% dos habitantes, tem 68% dos recursos. Até na Amazônia, pela
precária infraestrutura, há pessoas não atendidas pela rede de distribuição. Portanto, a questão muitas vezes
não se resume à existência de água, mas às condições de acesso a um bem que deveria ser universal.

Somados os dois problemas, resulta que 40% da população mundial não contam com abastecimento de
qualidade. Cinco milhões de crianças morrem por ano de doenças relacionadas à escassez ou à contaminação
da água. Sujeira é o que não falta: 2 milhões de toneladas de detritos são despejados em lagos, rios e mares no
mundo todo dia, incluindo lixo químico, lixo industrial, dejetos humanos e resíduos de agrotóxicos.

No trecho “incluindo lixo químico, lixo industrial, dejetos humanos e resíduos de
agrotóxicos.”, as vírgulas são empregadas para separar itens de uma enumeração. Essa mesma
finalidade se verifica em

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX19P2WhBYojFmtkJYy8PsIYZ+OCODHxaifk=
MATEMÁTICA
Questão 119224
FUNDAÇÃO LA SALLE 2017 SUSEPE Mediana, Média Aritmética, Estatística

Em uma pesquisa realizada pela Empresa X, seis candidatos  de  um  concurso foram entrevistados a fim de verificar quantas horas  diárias  dedicavam  aos  estudos durante a preparação para uma prova. Os dados coletados estão apresentados  na tabela a seguir.

          Nome do candidato   Artur   Bruna  Carlos Daiana  Eduardo  Fernanda           

          Tempo diário de estudo   horas   4h   7,5h   3h    7h     8h     6,5h      

Sobre estes dados e neste contexto, é correto afirmar que a mediana do tempo diário de estudo destes candidatos, em horas, é igual a:

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX18IHgPz+pIjWUYQZZAfDPuTBqYQmHZLu+U=
Questão 114286
FUNRIO 2016 IF-BAIANO Figuras Circulares, Comprimento/Perímetro, Geometria Plana

A soma dos raios de três circunferências concêntricas é 35 cm. Sabendo-se que a razão entre os raios de uma circunferência e o da circunferência com perímetro imediatamente menor é 2, o perímetro da maior circunferência é

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX18orNqAoXlQptJk4vHx0LemMfRsTd2D6YY=
Questão 119225
FUNDAÇÃO LA SALLE 2017 SUSEPE Porcentagem

Um capital de R$ 1.200,00 foi aplicado em um sistema de juros  compostos,  cuja taxa de juros era de 3% ao mês, durante 6 meses. É correto afirmar que o montante obtido nesta aplicação é um valor compreendido  entre:

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX19Lv1CQKmFhSzVTfdjD8YlUMFYAjXVN0DI=
Questão 114381
FGV 2016 MP Probabilidade, Probabilidade Básica

Uma moeda foi alterada de modo que, ao ser lançada, a probabilidade de sair cara é menor que 1/2 e, ao ser lançada duas vezes consecutivas, a probabilidade de sair a mesma quantidade de caras e de coroas é 4/9. Se essa moeda for lançada três vezes consecutivas, a probabilidade de saírem três coroas é:

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1+7P2YDEW0LHrsqDEavGKE5LZCJw5zebqc=
Questão 110463
FCC 2012 MPE Sistemas de Medidas, Problemas Algébricos e Aritméticos, Matemática Básica, Unidade de Tempo

Quando volta a energia elétrica depois de um período sem energia, um rádio relógio elétrico reinicia a marcação do horário das 12:00. Plínio esteve ausente de sua casa por 10 horas e, ao retornar, notou que seu rádio relógio marcava 16:35, quando o horário correto deveria ser 19:40. Sabendo que a diferença de horário se deve à falta de luz em um intervalo de tempo do período em que Plínio esteve fora de casa, o horário em que se deu o início da falta de energia elétrica foi: 

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX18gGgmH4WCEWIYPLiWe1CsCJyXClDQ0OiE=
INFORMÁTICA
Questão 120059
FAURGS 2016 TJ Segurança da Informação Conceitos Gerais, Segurança da Informação

Permitir que um programa receba dados da Internet, sem iniciar uma conexão, através da liberação de portas específicas dos protocolos de transporte, corresponde à ação de

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1/KDf9v4moR7AaFGlGa7K5cBpcxY2Grwxc=
Questão 119210
FUNDAÇÃO LA SALLE 2017 SUSEPE Certificação Digital, Segurança da Informação

A infraestrutura de chave pública ou PKI ( Public Key lnfrastructure ) possui elevada relevância para garantir que o acesso a informações sigilosas em ambientes corporativos seja controlado. Neste contexto, assinale a alternativa que completa correta e respectivamente as lacunas da afirmação abaixo.

A PKI é fundamentada em dois componentes para garantir a autenticidade e a integridade das chaves ________ : ________   e ________

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1+V4nSlDRULrrsYZjCNawcgoBXsdXjydAY=
Questão 120120
FUNDATEC 2017 CRQ Microsoft Excel 2013, Microsoft Excel, Planilhas Eletrônicas

Considere que um usuário acessou o programa Microsoft Excel 2013 pela primeira vez, em sua configuração padrão. Em qual endereço de célula ficará localizado o cursor?

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX18jPnSmCgCzUoStM0opqER1AboHhVITj/A=
Questão 120122
FUNDATEC 2017 CRQ Google Chrome, Navegadores, Conceitos e Ferramentas Relacionadas com a Internet

Em relação ao Browser Google Chrome (versão atualizada), em sua configuração padrão, qual a tecla de atalho utilizada para “Limpar dados de navegação”?

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1/qLSW3LdvWj77Ijkxi3nb234Mp3RlwVq0=
Questão 120101
FUNDATEC 2017 CÂMARA MUNICIPAL DE ITAQUI-RS Microsoft Word 2007, Microsoft Word, Editores de Texto

Para responder à questão, considere o editor de textos Microsoft Word 2007 (Português).

 

Suponha que determinado texto esteja selecionado. Que atalho pode ser utilizado para que seja aplicado negrito nesse texto?

Encontrou erro na questão?
U2FsdGVkX1+u8XjTt+qLr0skMaJ05jy6/AZFHGGPois=